As Empresas e o Caixa

As Empresas e o Caixa

Sem dúvida, uma das tarefas mais complexas da vida empresarial é a gestão do caixa. Afinal tudo na empresa, se resume em valor financeiro e em algum momento irá passar pelo caixa. E é justamente aí que a maioria dos empresários se complica.

Muito frequentemente, os empresários, por falta de conhecimento, de pessoal qualificado ou ambos, não conseguem apurar corretamente o seu resultado e, mais frequentemente ainda, desconhecem ou fecham os olhos para os compromissos futuros. Ao ignorar as demais contas que compõem a situação patrimonial da empresa, fabrica-se “artificialmente” recurso para a compra do carro novo, da compra ou reforma da casa, daquela tão sonhada fazenda para descanso, de uma outra empresa, enfim, “inventa-se” uma disponibilidade que não existe e, consequentemente, uma desculpa para comprar aquele que tão bem fará ao ego (Só a ele).

Então, já  num curto espaço de tempo, começa a faltar dinheiro para os compromissos mais básicos como  pagamento de fornecedores, folha de pagamento, enfim, começam os problemas sérios. Fica difícil segurar os melhores funcionários, manter a qualidade dos produtos e serviços, e garantir a continuidade do negócio. Neste momento, só se encontram duas alternativas: – A injeção de capital ou a corrida a bancos para levantar recursos. Na grande maioria das vezes a primeira é inviabilizada porque a maioria dos bens dos sócios é composta de bens de pouca liquidez (imóveis, investimento em outras empresas, etc…); já a segunda alternativa leva a um ciclo vicioso que geralmente só contribui para o declínio da empresa, que é o endividamento de curto prazo, geralmente com taxas bastante elevadas (desconto de cheques, de duplicatas, conta garantida, etc…) Não é nem necessário dizer o resultado desta equação.

Enfim, não analisar o caixa como apenas mais uma conta do balanço patrimonial, é sem dúvida, o maior erro que os empresários cometem na gestão dos seus negócios. A correta utilização do balanço patrimonial, juntamente com um bom fluxo de caixa e a fidelidade da gestão da empresa a este último é vital para o seu sucesso.

Indicado por Ipaa Consultoria (Editado)